Como trabalhar Home Office #dicas


Hoje o conceito de home office chega a um grande número de pessoas e a tendência é que esse número continue aumentando – a Forrester Research aponta que 63 milhões de pessoas irão trabalhar dessa forma em 2016.

E trabalhar a partir de casa tem, realmente, o charme que se imagina. A produtividade depende de você, do seu esforço, e não de um chefe soprando no seu ouvido.

Você pode vestir o que quiser, parar quando quiser, para fazer o que quiser. Só há uma regra de ouro – o trabalho tem de ser feito nos prazos certos, o que exige o dobro de disciplina. E isso, parecendo simples, tem os seus desafios, já que perder a estrutura típica de um ambiente de trabalho pode ter um efeito negativo em algumas pessoas.
Confira abaixo algumas dicas rápidas para o sucesso.

VeronicaDomeier2

1. Fazer tudo como se fosse sair de casa e pegar o transporte público (mas aproveitar o fato de não ir)

Uma das vantagens de trabalhar de casa é que o escritório não fica a uma hora de carro ou a duas de transporte público. Fica a um minuto a pé da sua cama. E isso te dá uma coisa tão ou mais importante que o salário – tempo.

Passamos mais de metade do nosso dia (pelo menos da parte do dia em que estamos acordados) trabalhando, por isso, ganhar esse tempo significa ter mais vida. Você pode aproveitá-lo para um café da manhã demorado, para uma ducha revitalizante, para um jogging matinal ou, de manhã ou ao final do dia, para conviver com família e amigos. Essas pausas vão melhorar seu dia e, provavelmente, ajudar na produtividade.

2 – Estabelecer limites

Por falar em família e amigos, estabelecer limites para eles é um dos primeiros desafios. Apesar de o conceito de home office não ser novo, ele ainda é estranho para muita gente. Resultado? As pessoas à sua volta vão achar que você não tem bem um emprego. Não chega a ser preconceito, é desconhecimento mesmo.

Por isso, não estranhe se seus pais, irmãos, namorada, mulher ou filhos te interromperem a qualquer hora para dizer algo que não é assim tão importante (e que nunca seria motivo para te ligarem se você estivesse numa empresa convencional). E não estranhe também se seus amigos baterem na sua porta te desafiando para aproveitar o bonito dia de sol lá fora, coisa que também nunca fariam se você estivesse na mesma cadeira do mesmo escritório de sempre, com mais 10 pessoas olhando.

3 – Ter foco

Se estar na sua casa, no seu espaço, do jeito que você quiser, pode ser uma forma de se sentir motivado, também pode ser o caminho mais rápido para a procrastinação. Mesmo que você trabalhe com o que gosta, é provável que existam tarefas rotineiras e menos desafiantes, mas que precisam ser feitas. Para essas horas, ou dias, você precisa ter foco, senão mesmo estender a roupa, coisa que você nunca fez quando era estudante e tinha tempo livre, vai parecer uma tentação.

Fazer log out do Facebook e redes sociais é um bom começo. Para os community managers ou para quem trabalha com as redes sociais, uma dica – criar um perfil no Facebook somente para trabalho.

4 – Criar uma rotina

O que é melhor nesse novo modelo? É que você pode trabalhar de qualquer lugar. E o que é pior? É que você pode trabalhar de qualquer lugar, como explica Susan Seaburg, da Hewlett-Packard. A maioria das pessoas vai para casa para se afastar do trabalho. Você não tem essa opção. E por isso, assim como é um desafio se manter focado, talvez seja um desafio ainda maior saber quando parar e deixar o trabalho para trás.

A internet acontece a toda hora, a cada minuto. Mas você ainda é um ser humano.

5 – Tentar conhecer melhor os colegas de trabalho

Se todos os membros da sua empresa trabalham remotamente, é possível que você nunca se tenha cruzado com eles fora da tela. E isso afasta uma das coisas boas do trabalho convencional (achava que home office só tinha vantagens?) – a interação humana e a relação entre colegas. Uma boa forma de driblar o problema é tentar encontros, presenciais ou virtuais, que não sejam exclusivamente sobre trabalho. Mesmo nos e-mails, ao fim de um tempo, você vai sentir que já conhece aquela pessoa. E isso só pode melhorar a qualidade do trabalho em conjunto.

Caso você tenha negócio próprio ou seja difícil marcar encontros com colegas, procure outros tipos de interação social. Estar calado o dia inteiro olhando para um computador pode ser tudo, menos saudável.

6 – Cuidar do espaço de trabalho

É importante dizer que cada dica funciona de forma diferente conforme as pessoas. E uma das que gera respostas mais diversas é a de que você deve se arrumar (a si e ao seu espaço) da forma mais organizada, competente e profissional possível. Há quem prefira trabalhar de pijama mesmo, deitado no sofá ou cheio de comida na mesa de trabalho. Ninguém vai te impedir e isso não significa necessariamente menos produtividade.

Mas tomar um banho, vestir uma roupa confortável mas com a qual você não se importasse de sair de casa e ter uma mesa de trabalho limpa e sem muita informação, são formas provavelmente mais eficazes de garantir um dia produtivo. Se tiver espaço para isso, evite que esse escritório seja no seu quarto. É um espaço pessoal demais.

7 – Sair de casa

Pode parecer paradoxal falar de dicas para trabalhar a partir de casa sugerindo… sair de casa. Mas não é – definir o seu próprio escritório só tem vantagens, mas quem disse que trabalhar umas horas fora de casa não pode ser igualmente eficiente? Afinal, se você pode trabalhar de casa, pode trabalhar de qualquer lugar do mundo desde que tenha internet. Prepare bem o tempo que vai perder com a deslocação, garanta que tem bateria e internet, e escolha, por exemplo, um local com vista para o mar (dica prática – ficar ao sol vai fazer reflexo na tela e você só vai estar perdendo tempo, cerrando os olhos para tentar ver o que acabou de escrever).

Assim como estar entre 8 a 10 horas fechado num escritório não vai fazer seu dia melhor, ficar sempre dentro de casa também não. Por isso, se não conseguir, então pelo menos depois do trabalho, naquela hora em que todo mundo está voltando para casa, saia. E vai ver como é bom andar na contramão.

8 – É fundamental trabalhar a portas fechadas e ter um local isolado dentro de casa. Tenha o seu escritório privado e mantenha distância de crianças, cachorros e empregada. “É fácil de perder o foco do trabalho ao realizar tarefas diárias”.

noid_324650_2554359458334_1234361783_3111274_1507718313_o.49zduixb8xwksg0swk4wk8w00.2d5j7pm0vu4gwwwwkcgw0k4cs.th

9 – Mantenha uma rotina diária, seja disciplinado e avise todas as pessoas que moram em sua casa para não incomodar durante este período.

10 – A empresa exigirá dos empregados em regime de home office a paixão pelo trabalho. Por isso, faça algo significativo e da melhor maneira possível. “É comum ficar desestimulado quando a rotina é sempre a mesma,  principalmente quando a pessoa está isolada”, comenta Irene.

11 – A chance de trabalhar de casa e ver pouco o chefe ou colegas de trabalho pode diminuir a visibilidade que o profissional possui na empresa. Para evitar isso, permita que seus colegas saibam o que você faz diariamente. “Neste caso, o uso de redes sociais, principalmente as internas das empresas, são uma ótima opção”, comenta a diretora.

12 – Faça todos os treinamentos que a empresa oferece. Isso assegura que todos os colaboradores tenham os mesmos conhecimentos. “As plataformas de e-learning são poderosas e fundamentais para promover a integração”, diz Irene.

13 – As companhias que permitem a flexibilidade do home office não estão preocupadas a que horas o funcionário vai fazer a tarefa, mas com a qualidade do trabalho que será entregue. Profissionais que prestam atendimento de suporte de TI, por exemplo, principalmente para os clientes do exterior, não precisam estar dentro organização para dar iniciar o atendimento. “O que importa é estar acessível quando o cliente ligar e em um ambiente silencioso”.

TotallyPhotography-340x219

Agora sobre o ambiente de trabalho, como o seu local deve ser montado.

1) Não ouse demais – Na hora de montar um espaço de trabalho, é natural que o empreendedor queira um ambiente diferente dos demais. Mas é importante não ousar. Móveis cheios de curvas, como vistos em revistas de design e redes sociais como o Pinterest, podem não ser funcionais: uma cadeira toda descolada pode causar problemas na coluna e chamar atenção demais. “Quando há muitos estímulos visuais, o próprio ambiente pode ser o causador de distrações que diminuem a produtividade, diz Linda.

2) Siga regras ergonômicas – A ergonomia é o estudo da relação do ser humano e os ambientes em que ele se encontra. No trabalho, esse estudo objetiva o bem-estar frente a males causados pela jornada de trabalho, como dores nos pés, na coluna e problemas visuais. Alguns pontos que devem ser levados em conta na hora de preparar seu home office: ajuste sua cadeira em uma altura que permita que seus pés sempre estejam apoiados firmemente no chão ou em um descanso para pés, posicione seu antebraço em posição paralela ao chão na hora de digitar e coloque o monitor de maneira que seus olhos consigam ver toda a tela sem movimentos bruscos da cabeça.

3) Abra espaço para a luz natural – O sol faz bem e pode te ajudar a se manter acordado. Por isso, monte seu home office perto de uma janela. E dependendo da vista, vale começar seu horário de descanso dando uma bela olhada lá fora.

4) Mas não esqueça das lâmpadas – A luz natural faz bem, mas provavelmente não será suficiente para iluminar seu escritório. Por isso, não esqueça das lâmpadas. Linda Varone dá uma dica: em vez de luzes de parede, tente colocar luminárias na sua mesa – essas luzes podem proporcionar brilho suficiente e ainda deixam o ambiente com um clima mais bonito.

5) Guarde papéis de forma inteligente – Chauliac afirma que o armazenamento de documentos é o principal problema de quem trabalha em casa, por conta da aversão das pessoas àqueles grandes armários de documentos. Segundo ele, esses móveis não são os mais atrativos do mundo, mas são necessários. No entanto, dá para ter estruturas mais bonitas, como prateleiras coloridas, por exemplo. É importante que elas tenham bastante espaço. Nos primeiros dias de trabalho, você pode pensar que vai sobrar espaço, mas aguarde e verá a quantidade de papel produzida durante o trabalho. Para quem trabalha dentro de um quarto de hóspedes, outra dica de Chauliac. “É provável que o cômodo tenha um guarda-roupa. Use-o”, diz ele.

6) Crie um “espaço de conforto” – Trabalhar por muito tempo sem uma parada é prejudicial à saúde e à própria produtividade – é necessário parar para readquirir a concentração do começo do expediente. Na hora de descansar, prepare um lugar confortável. Tudo depende de espaço, claro, mas uma poltrona estofada, um travesseiro e uma luz mais fraca podem fazer a pausa valer muito mais a pena.

7) Tenha uma plantinha perto de você – Uma planta é a decoração perfeita para o seu home office, já que ela traz para a sua casa algo que está lá fora. Além disso, ela não chama atenção o bastante para tirar a concentração. Outra vantagem das plantas é que é possível deixá-las mais de dois dias sem água. Em outras palavras, você não precisa nem chegar perto do seu home office aos fins de semana.

8) Personalize com bom senso – Nada contra colocar fotos de família na sua mesa, mas, depois de um tempo, elas deixam de chamar a sua atenção. “É importante personalizar a mesa, mostrar que aquele lugar é seu, mas talvez seja melhor fazê-lo com memes impressos, histórias em quadrinhos ou até um cheiro que te deixe mais alegre”, afirma Linda.

9) Tire da sua vista coisas que te incomodavam no seu emprego – Chauliac tem aversão a um eletrônico mais que comum em escritórios: impressoras. “Elas parecem chatas e até seus barulhinhos me irritam”, diz ele. Sua fobia pode ser a mesma dele, ou aquele monte de post-its colocados no monitor, ou o toque do telefone. Trabalhar em casa tem que ser mais legal do que trabalhar fora, então é importante tirar de vista o que pode te deixar para baixo. “Ninguém está falando que é proibido ter uma impressora ou um telefone. Basta deixar aquilo mais escondido”, afirma Chauliac.

10) Mantenha tudo o que você precisa perto de você – Lembre-se das distrações que a sua casa pode proporcionar. A TV; sua namorada ou namorado; comida; seu animal de estimação. Tudo isso é ótimo, mas deixe-os para a hora do descanso. Se toda vez que você precisar de caneta, tesoura, grampeador, papel ou uma bebida, você precisar atravessar todas essas “tentações”, é provável que você perca muito tempo.

Mantenha o que você precisa ao alcance da sua mão. Se possível, pense na ideia de ter um frigobar no seu escritório. Mas há exceções. “É importante parar. Almoçar na mesa de trabalho é algo que não deve ser feito, por mais legal que o ambiente de trabalho seja. Não é preciso ficar ali todo o tempo do mundo”.

Fontes: Exame e Nomades Virtuais. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s